Páginas

sábado, 31 de maio de 2014

Muitos cuidados, pouco repeito com os brasileiros


Veja o que pode e o que não pode durante a copa

Torcedores com máscaras não serão barrados pela Brigada Militar no perímetro de restrição da Fifa ao redor do Beira-Rio. A polícia fará monitoramento, mas só irá intervir em caso de conduta ilegal ou comportamento suspeito. Em entrevista a ZH, o subcomandante do Batalhão Copa, tenente-coronel André Córdova, detalha as ações da BM.

Como funcionará a área de bloqueio no entorno do Beira-Rio?
Só poderão transitar veículos cadastrados pela prefeitura. Haverá postos de verificação nas vias bloqueadas para a checagem das credenciais de acesso. Se o veículo apresentar alguma característica suspeita ou estiver em uma lista de furto ou roubo, há como identificar a placa na hora.

Como será a verificação?O veículo entra no posto e há um agente da Fifa, que checa a credencial no vidro. Se estiver conforme o padrão, o acesso será liberado. A Brigada fará a segurança com sete ou oito policiais e uma viatura em cada posto. Caso o motorista não seja liberado e tente forçar o acesso, vamos abordar e deter para averiguação.

Será feita revista aos pedestres na zona de restrição?Caso  esteja  com  bermuda e camiseta, por exemplo, nenhum problema. Será monitorado, mas não parado. Só será vistoriado quem tiver comportamento suspeito. Aí, teremos de checar identidade, se mora ou trabalha na área. Não queremos constranger, e sim proteger a população.

O que seria um comportamento suspeito?Andar com mochila ou mala. Isto levaria a uma verificação em razão do histórico de problemas que tivemos no ano passado durante as manifestações. As pessoas podem carregar pedras, pedaço de ferro. O que também pode ser  suspeito  é  um  volume  na cintura que possa parecer uma arma, ou artefato que possa ser usado contra as pessoas.

Quem estiver mascarado será barrado no perímetro?
Não vai ser proibido que se caminhe com máscara, não tem lei que proíba. Vamos acompanhar, se for o caso, até o portão do estádio, através do sistema de câmeras e rádio. Essa pessoa vai atrair os olhares, mas não quer dizer que será barrada. Vai depender da conduta. É claro que aquelas máscaras usadas em manifestações para se ocultar, produzir estragos, entra no rol de suspeito intuído. Se quebrar um vidro, pichar, na hora a polícia irá autuar. 

Será possível estacionar veículos em uma via bloqueada?É proibido. Você pode morar ali e ser coagido a levar seu carro cheio de explosivos, por exemplo. Neste período de bloqueio, a EPTC (Empresa Pública de Transporte e Circulação) recolherá o carro. Claro que haverá bom-senso a cada caso. Mas a regra geral é que não pode estacionar ali.

Moro na área bloqueada, mas não me cadastrei e estou sem credencial. O que faço?
Seu veículo não entrará no perímetro sem credencial de acesso.

Prestadores de serviço poderão circular na área?Também necessitam de cadastro junto à prefeitura. 

Como será a estratégia em caso de manifestações?Nossa ideia é evitar o contato físico. Dispersar sem encostar, que é o que fizemos desde o ano passado, com sucesso, na minha opinião. O fato de não ter contato físico minimiza a possibilidade de lesões ao manifestante e ao policiamento. O emprego do agente químico (gás lacrimogêneo), gera atuação  psicológica e orgânica, fazendo com que a pessoa se atordoe e busque a dispersão.

Há preocupação especial com torcedores argentinos?Para nós, são turistas. Caso se portem como pessoas com intuito depredatório, terão resposta proporcional do Estado. É uma torcida que costumeiramente vem a Porto Alegre e não tem muito problema. Existiram conflitos pontuais (como antes do jogo entre Grêmio x Newell’s neste ano, na Arena). Mas o histórico de convivência com a torcida argentina é muito bom.

sexta-feira, 30 de maio de 2014

Em dias de jogos, alguém tem que trabalhar

As agências da Caixa Econômica Federal vão atender ao público das 8h30min às 12h30min (horário de Brasília) nos dias de jogos da Seleção Brasileira durante a Copa do Mundo. 

Até o momento estão confirmados três jogos, nos dias 12, 17 e 23 de junho. Em abril, o Banco Central autorizou o  atendimento ao público em horário alternativo durante a participação da Seleção no Mundial, com funcionamento mínimo de quatro horas. 

Segundo o BC, as instituições financeiras terão que afixar em suas dependências aviso sobre o horário de atendimento nos dias dos jogos, com antecedência mínima de dois dias úteis. 


quinta-feira, 29 de maio de 2014

Lei dos 30 segundos em discussão


O autor da proposta que prevê tempo mínimo de 30 segundos no intervalo das sinaleiras de pedestre em Porto Alegre, não acredita que a Prefeitura da Capital vai ignorar a medida. Nessa quarta-feira, após um erro administrativo, o texto aprovado em fevereiro na Câmara Municipal foi promulgado pelo Legislativo. No entanto, a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) garante que não colocará a norma em vigor.

De acordo com o vice-prefeito Sebastião Melo, o texto não entra em vigor automaticamente. Ele sustenta ser necessário, antes, fazer um “profundo estudo de aplicabilidade” do projeto. Melo também prevê que a emenda das sinaleiras, que permaneceu no texto de forma equivocada, seja contestada pela Procuradoria-Geral do Município. A PGM fará a análise jurídica do caso a pedido do Executivo.

Sgarbossa espera que o Executivo conceda espaço para a sociedade civil participar da implementação da lei. Segundo ele, a medida aprovada na Câmara sustenta tempo mínimo para idosos e pessoas com deficiência atravessar as ruas e avenidas da Capital. Segundo ele, a EPTC prevê espaço para que um adulto atravesse nas sinaleiras para pedestres.

O parlamentar afirmou ainda que a lei é auto-aplicada e não precisa de regulamentação. Ele afirmou que buscará diálogo com a Prefeitura. No entanto, caso não haja espaço para o debate, não descarta ingressar na Justiça com o apoio da bancada do PT. Já a Prefeitura garantiu que vai trabalhar para que a emenda seja subtraída do Estatuto do Pedestre. Nereu D’Ávila, autor do Estatuto, disse que é necessário, no mínimo, três semanas de tramitação.

Entenda o erro

Venceu o prazo para o prefeito José Fortunati formalizar o veto do tempo das sinaleiras no texto do Estatuto do Pedestre. O posicionamento não foi encaminhado a tempo à Câmara de Vereadores. Segundo o presidente da Casa, vereador Professor Garcia, os vetos chegaram no dia seguinte ao prazo regimental, que é de 15 dias mais 48 horas a partir da aprovação em plenário. 

Com isso, Garcia se obrigou a promulgar o estatuto na íntegra – o que ocorre em situações em que o prefeito silencia em relação a determinado assunto. De acordo com o vereador Nereu D’Ávila (PDT), autor do Estatuto do Pedestre, uma estagiária do Executivo foi a responsável pela “confusão”. Ele prometeu encaminhar um projeto para reverter os 30 segundos, mas afirmou que a tramitação pode demorar três semanas. Nesse período, em tese, o Estatuto passa a vigorar, como lei, com o tempo mínimo exigido nas sinaleiras.

Teste gerou caos

No fim de abril, um teste de 30 segundos nos semáforos foi feito nas ruas centrais da Capital causando lentidão em vários pontos da cidade e atrasos em linhas de ônibus. O caos levou o prefeito José Fortunati a ordenar o cancelamento da experiência. A alteração provocou pelo menos 500 reclamações pelo telefone 156, o FalaPoa, na Capital.

O projeto de lei que atualizou o Estatuto do Pedestre é do vereador D’Avila, mas o autor da emenda que instituiu os 30 segundos é Marcelo Sgarbossa (PT). Ele ressaltou que só os locais que tiverem sinaleiras de pedestres devem ter a alteração e disse, na época, que os testes foram feitos para “dar errado”. Esses equipamentos são identificados pelos desenhos de uma mão e de um boneco, indicando sinal fechado e aberto, respectivamente. Com o projeto promulgado hoje, o parlamentar encaminhou solicitação formal pedindo que técnicos da sociedade civil possam acompanhar a implantação dos 30 segundos.

quarta-feira, 28 de maio de 2014

Tchê, que imprudência!

Ele foi liberado, pagou fiança e está nas ruas novamente. Investigue antes de mandar o seu filho com transporte escolar.
Um homem de 60 anos foi preso por dirigir embriagado na noite de terça-feira (27) em Caxias do Sul, na Serra do Rio Grande do Sul. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, ele conduzia uma van escolar e foi parado em uma blitz pouco antes das 22h na Rua Visconde de Pelotas.
O motorista disse aos fiscais de trânsito que estava a caminho de uma escola para buscar os alunos. Ele foi submetido ao teste do bafômetro que apontou índice superior a 50 miligramas de álcool por litro de ar expelido. O condutor foi encaminhado a delegacia, pagou fiança de R$ 700 e vai responder ao inquérito em liberdade. A van foi levada por um motorista habilitado. 

terça-feira, 27 de maio de 2014

Paralisação na copa - caos no transporte

Os rodoviários de Porto Alegre desenham uma paralisação do serviço de transporte público durante a Copa do Mundo. A 16 dias do início do Mundial, descontos nos contracheques revoltam a categoria. Motoristas e cobradores reclamam que os dias parados durante as duas semanas de greve, entre janeiro e fevereiro passados, estão sendo descontados mensalmente a conta-gotas dos salários. Eles cobram agilidade no julgamento da liminar do Tribunal Regional do Trabalho, que autorizou o desconto, ao classificar a greve ilegal.

O pleno da Seção de Dissídios Coletivos do TRT4 reúne-se sempre na segunda-feira de cada mês e ontem, novamente, a questão do desconto dos rodoviários não entrou na pauta. Segundo o TRT4, não há previsão para julgar a questão.

Outra reclamação dos rodoviários é o aumento do número de multas aplicadas pelos agentes de fiscalização da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC). O sindicato da categoria acusa a EPTC de penalizar motoristas que transitam a mais de 30 km/h, mesmo estando fora do corredor de ônibus. Algumas linhas de coletivos estão sendo forçadas a circular fora dos corredores por causa de obras em alguns trechos da cidade. A velocidade máxima nas vias, segundo a legislação, é de 60 km/h para qualquer tipo de veículo. 


segunda-feira, 26 de maio de 2014

Aécio Neves no lançamento da pré candidatura de Ana Amélia Lemos

A senadora Ana Amélia Lemos lançou sua pré candidatura ao governo do Rio Grande do Sul, pelo PP. O evento, na Assembléia Legislativa teve a participação do pré candidato do PSDB à presidência da República, Aécio Neves.
Ana Amélia lidera a pesquisa de intenção de votos e, assim como Aécio, faz oposição declarada ao governo do PT. A dupla - Aécio e Ana Amélia - representa as mudanças que o estado e o Brasil precisam depois de tantos anos de governo do PT, cheios de escândalos de corrupção, nenhuma reforma e pouquissimos avanços sociais.


sábado, 24 de maio de 2014

Queda nas temperaturas, cuide da saúde!



Mudança de temperatura significa uma boa chance de ficar resfriado, ficar gripadão ou até mesmo desenvolver alergias. Temos também que mudar alguns hábitos, como por exemplo, abrir as janelas sempre que possível para a renovação do ar.

Por isso ai vão algumas dicas.

Como está frio, não abrimos as janelas de casa ou do escritório. A renovação do ar é importante, pois ajuda a prevenir, principalmente, as doenças alérgicas.

Mas não só as doenças alérgicas que incidem no inverno. Estudos mostram que a prevalência maior recai sobre gripes e resfriados. Estas doenças são causadas por vírus e apresentam, como sintomas, febres, dores musculares, tosse, coriza, lacrimejamento e mal-estar. O tratamento é sintomático: trata-se a febre e a tosse, mas é necessário repousar e ter boa alimentação, já que não existe um medicamento para combater o vírus da gripe.

Essas viroses contribuem para o desencadeamento ou agravamento de crises alérgicas e, por isso, recomenda-se aos pacientes com doenças alérgicas e, principalmente, aos idosos a vacinação antigripal. Este ano estará disponível, até maio, nos postos de saúde do município a vacina antigripal para idosos. A vacina pode ser aplicada nas crianças a partir dos seis meses e tem validade de um ano.

Recomenda-se a vacinação antigripal aos idosos, ao paciente com defesa imunológica baixa e às crianças. Um resfriado pode se transformar em sinusite ou pneumonia, dependendo das condições do paciente. Mas, no inverno, a incidência de doenças alérgicas aumenta porque a temperatura baixa e a grande umidade do ar auxiliam na proliferação de ácaros. Eles preferem temperaturas em torno de 20 graus e locais escuros e com poeira para se reproduzirem. E quanto mais ácaros, mais alergia teremos. Já o banho quente só serve para causar mais alergia.

Entre os pequenos cuidados que devemos ter no inverno estão: arejar bem a casa, limpando o estrado da cama e o colchão com pano úmido; lavar cobertas e casacos que estiverem guardados no armário por muito tempo antes de usá-los; evitar ambientes fechados e abafados, pois facilitam a contaminação por doenças respiratórias virais; e evitar ambientes fechados e abafados, pois facilitam a contaminação por doenças respiratórias virais; e evitar banhos excessivamente quentes, que propiciem o aparecimento de resfriados pelo choque térmico que acarretam.

Também é importante, no inverno, dispensar atenção à alimentação. Nos meses mais frios se consome mais chocolate. O cacau sozinho raramente provoca crise de alergia, como urticária; mas os corantes e conservantes usados nos bombons poderão causar alergia em alguns casos.

Cuidados com a pele também são necessários, principalmente entre as crianças alérgicas, que já possuem uma pele seca. Banhos quentes e demorados e com sabão comum pioram esse tipo de pele. O banho deverá ser rápido, empregando-se sabão hidratante.

Recomenda-se que as atividades físicas não sejam interropidas no inverno e que as crianças tenham suas vidas o mais normal possível, respeitando o bom senso. Se a criança apresenta sinusite, não é aconselhável que faça aulas de natação, pois isso complicaria seu quadro. A poluição é outro fator agravante do inverno, principalmente na Região Sudeste, pelo grande número de indústrias aqui localizadas.

Vimos quantos fatores associados a temperaturas mais baixas podem nos deixar doentes. Fazendo a prevenção, juntamente com uma boa alimentação e hidratação, poderemos desfrutar da estação com mais tranquilidade.



Dra Neide Maria Macedo Pereira

sexta-feira, 23 de maio de 2014

Violência sem fundamento em Santa Maria

Uma mulher foi encontrada morta, por volta das 3h desta sexta-feira, próximo ao viaduto da Gare viação férreo em Santa Maria, na região Central do Estado. De acordo com a polícia, ela tem 25 anos e apresentava sinais de violência sexual.

Um homem de 27 anos foi visto correndo próximo ao local do crime. A polícia alcançou o suspeito e o encaminhou para a delegacia. Depois de prestar depoimento, ele foi liberado e as investigações estão em andamento. 


quinta-feira, 22 de maio de 2014

Sisu ao invés de vestibular na Universidade Federal de Santa Maria


A Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) decidiu hoje em reunião extraordinária do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe) a extinção do vestibular. A partir de 2015, as vagas na universidade serão preenchidas via Sistema Unificado de Seleção (Sisu). Além disso, metade das vagas nos cursos de graduação será reservada para alunos cotistas.

Ao final da reunião, o reitor, Paulo Afonso Burmann, que preside o Cepe, destacou que a universidade tem condições de abraçar a decisão de ingresso via Sisu. “As condições que nos faltam vamos construir para garantir a qualidade do ensino e a permanência dos alunos”, afirmou. Com relação ao aumento da reserva de cotas, Burmann salientou que a universidade já está preparada para os 50%

quarta-feira, 21 de maio de 2014

Tirar recursos da saúde? Tchê que bah....


Uma resolução da Secretaria Estadual da Saúde (SES) pode deixar mais de 800 mil pessoas sem serviços de parto e pequenas cirurgias em hospital de suas cidades. A SES afirma que a intenção é racionalizar o uso de recursos e garantir atendimento qualificado em centros maiores, mas o novo sistema preocupa prefeitos e gestores.
Se assina a adesão, o hospital assegura recurso fixo mensal do governo, mas é obrigado a fechar as portas para grávidas e pacientes do município e de localidades vizinhas que dependem do serviço.
– O Estado está dizendo o seguinte: te oferecemos recursos, só que, para isso, você tem de fechar o bloco cirúrgico e não realizar mais partos. Em resumo: não ser mais um hospital, mas sim um pronto-atendimento – diz o assessor técnico da Área de Saúde da Federação das Associações de Municípios (Famurs), Leonildo Mariani.
A resolução foi aceita por 39 das 88 instituições que se encaixam na modalidade – estabelecimentos com até 50 leitos ou que realizam menos de 20 partos por mês, geralmente localizados em cidades com até 10 mil habitantes.
O valor reservado aos hospitais do Estado permanece o mesmo: R$ 250 milhões. A diferença é que a fatia destinada a cada instituição poderá ser calculada de acordo com sua produção (hospitais médios e grandes, classificados como gerais) ou número de leitos (para os menores, classificados como clínicos). Os gerais, aptos a realizar cirurgias, cesáreas ou partos normais, precisam ter pediatra e anestesista disponíveis 24 horas por dia. Mas a presença desses profissionais é algo distante da realidade das pequenas comunidades.
Tire algumas dúvidas....
Secretária da Saúde, Sandra Fagundes: "a grávida precisa saber onde ganhará o bebê”
A resolução não sobrecarregará os hospitais de referência?
Há pelo menos dois fatores que nos fazem pensar que não: a capacidade do hospital de referência e o número de atendimentos feitos pelas instituições dos municípios de pequeno porte, que costumam ter baixa ocupação. Eles atendem uma parcela importante da população, mas em volume não é significativo. A média de ocupação nos leitos hospitalares do Estado fica em torno de 70% a 74%. Algumas tem taxa maior, mas temos uma segurança a respeito disso.
A secretaria fez estudos sobre a distância que o morador percorrerá até o hospital de referência, em outra cidade?
A distância é relativa. Às vezes, dentro do próprio município tem uma distância grande, principalmente quando há estradas vicinais. Esses hospitais estão concentrados em municípios de pequeno porte, que são muito próximos uns dos outros. Então, as distâncias não são enormes. Consideramos isso na decisão.
Hospitais que aderiram à resolução alegam que não foram orientados para onde levar os pacientes. Como será feita esta orientação?
Estamos trabalhando por regional de saúde para ajustar o conjunto de ações. Há negociação direta entre hospitais e municípios, onde é feita a pactuação do destino dos pacientes. Sem essa garantia, não haverá mudança. Estamos em processo de adaptação do sistema.
Como uma grávida será encaminhada para o novo hospital de referência?
Trabalhamos na qualificação do pré-natal, feito na atenção básica do próprio município. A grávida precisa saber antes para onde vai, onde irá ganhar o bebê. Até o momento, não conseguimos essa afinação toda que queremos, mas trabalhamos nessa direção.
Qual será o benefício para a população?
Vamos abrir o serviço para o que a população necessita. Precisamos do pronto-atendimento e de serviços que estabilizem os pacientes crônicos e idosos. Isso os hospitais pequenos podem fazer.

terça-feira, 20 de maio de 2014

Pesquisa revela que homens devem gastar mais com presente para namoradas no RS


Repetindo a tendência do ano passado, os homens é que vão desembolsar mais no presente para marcar o Dia dos Namorados. O valor médio de gastos por eles será de R$ 167,11, enquanto que por elas, o valor não deve passar de R$ 150,77. O consumo médio, entre homens e mulheres para o dia 12 de junho, será de R$ 158,81, o que representa uma intenção de gastos superiores a de 2013, que foi de R$ 144. Os dados são da pesquisa do Dia dos Namorados 2014, elaborada pela Federação do Comércio de Bens e de Serviços do Estado do Rio Grande do Sul (Fecomércio-RS).

Artigos de vestuário foram os mais citados como intenção de compra, com 43,7% da preferência, seguidos de perfumes e cosméticos (18,2%), flores (13,1%) e calçados (10,5%). Os locais preferidos de 66,5% dos gaúchos para fazer as compras no Dia dos Namorados serão as lojas do centro das cidades, índice que sobe para 76,1% como destino de consumo para os entrevistados da classe baixa. Para todas as classes econômicas, os shoppings aparecem como segunda opção, com a preferência de 27%, subindo para 42,9% da preferência para as compras do público da classe alta.

No Dia dos Namorados cerca de 80% dos consumidores devem fazer compras à vista, contra 20% que pretendem adquirir os presentes a prazo. Entre os que optarão por dividir o valor do presente, a grande maioria (71,1%) parcelará em até três vezes. Outro dado da pesquisa aponta que 61,6% dos entrevistados têm a intenção de proporcionar algum evento especial em comemoração à data. Desses, 48,5% citaram o desejo de frequentar bares ou restaurantes e 30,4% preferem almoço e jantar especial em casa.

Os locais preferidos pelos gaúchos para fazer as compras no Dia dos Namorados serão as lojas do centro das cidades (66,5%), índice que sobre para 76,1% como destino de consumo para os entrevistados da classe baixa. Para todas as classes econômicas, os shoppings aparecem como segunda opção, com a preferência de 27%, subindo para 42,9% da preferência para as compras do público da classe alta.

O levantamento ouviu 385 pessoas em Porto Alegre, Caxias do Sul, Santa Maria, Pelotas e Ijuí, consideradas as principais cidades de cada macrorregião do Estado.

segunda-feira, 19 de maio de 2014

Revolta dos estudantes e servidores UFRGS


Estudantes e servidores da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs) bloquearam na manhã desta segunda-feira o acesso ao prédio da Reitoria, que fica na rua Paulo Gama, Centro de Porto Alegre. 

O grupo de universitários, que acampou na Reitoria desde 14 de maio, encaminhou uma pauta com 41 reivindicações referentes a questões como segurança, direitos estudantis  restaurante universitário, moradia estudantil e bolsa-permanência -, além da estrutura universitária, incluindo terceirizações de cargos, transporte, bibliotecas e infraestrutura geral.

Em resposta, a Ufrgs informou que vai providenciar melhorias na iluminação, padronização do cardápio dos Restaurantes Universitários (RUs), realização de reformas e ampliação nas Casas de Estudantes e aumento no valor das bolsas-permanência.

A greve dos servidores da Ufrgs foi deflagrada em 19 de março. A categoria reivindica uma política salarial, entre outras pautas que foram definidas pela Federação do Sindicatos de Trabalhadores Técnico-Administrativos em Instituições de Ensino Superior Públicas do Brasil (Fasubra). Os serviços afetados são os de atendimento ao público interno e externo, além do funcionamento de secretarias, bibliotecas, laboratórios e restaurantes universitários. As aulas, no entanto, não foram prejudicadas.

domingo, 18 de maio de 2014

Nem o que comemos escapa

Nesse mundo maluco de hoje não podemos mais acreditar nem no que comemos. Já não basta termos que nos preocupar com segurança que é uma porcaria nesse país, com a saúde precária, com meios de transporte que não funcionam., manifestações...
Maso que tem a ver a comida com tudo isso que acontece no nosso país? A conclusão é que nada mais tem jeito nesse Brasil.. Daqui a pouco vamos morrer de fome porque: a comida tá envenenada, oss bandidos dominaram tudo, naõ tem mais como se locomover (nem pra comprar comida), saques (já uqe agora virou moda roubar e depois devolver...)

Começa com o leite... depois...

O Ministério Público do Rio Grande do Sul denunciou à Justiça estadual 14 pessoas acusadas de adicionar produtos químicos cancerígenos ao leite vendido por duas empresas de laticínios. Entre os denunciados estão os empresários Sérgio Seewald e Ércio Vanor Klein, respectivamente donos da Hollman e da Pavlat, além de transportadores e funcionários das duas companhias.

deflagrou a quinta fase da chamada Operação Leite Compen$ado. A operação teve o apoio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e da Receita Estadual. No total, foram cumpridos 15 mandados de busca e apreensão e três de prisão nas cidades de Paverama, Imigrante, Teutônia, Arroio do Meio, Encantado, Venâncio Aires, Marques de Souza, Travesseiro, Novo Hamburgo e Cruzeiro do Sul. Também foram expedidos mandados de apreensão de 34 caminhões usados para transportar o leite adulterado.
Segundo os promotores responsáveis por coordenar a operação, Mauro Rockenbach e Alcindo Luz Bastos da Silva Filho, produtos como soda cáustica, bicabornato de sódio e água oxigenada eram acrescentados ao leite nas fábricas da Pavlat e da Hollmann. Ainda segundo os promotores, os produtos eram usados para corrigir a acidez do leite cru que, por estar se deteriorando, seria inutilizado. As empresas investigadas adquiriram os produtos químicos em larga escala, o que chamou a atenção das autoridades.
Para o MP, os 14 denunciados devem responder à Justiça por infringir o Artigo 272 do Código Penal, que trata da adulteração de produtos alimentícios, e prevê pena de quatro a oito anos de prisão, além de multa. Segundo o MP, 91 laudos de testes realizados com os produtos detectaram que o leite não atendia às normas de qualidade exigidas pelo Ministério da Agricultura.
No mesmo dia em que a Operação Leite Compen$ado foi deflagrada, a Agência Brasil ouviu a professora da Faculdade de Engenharia de Alimentos da Unicamp, Mirna Gigante. De acordo com a especialista, a legislação brasileira proíbe a presença, em qualquer volume, dos produtos mencionados pelo Ministério Público.
"No leite cru não é permitida a adição de nenhum produto, seja durante a coleta ou o transporte em caminhões refrigerados. Ou seja, dos postos de captação até chegar à indústria processadora, nenhum conservante pode ser adicionado. Já durante o processamento do leite UHT [ou longa vida, vendido em caixas], a legislação permite que a indústria adicione o citrato ao leite UHT, de acordo com a Portaria 370, de 1997, do Ministério da Agricultura. Soda cáustica, bicarbonato de sódio, água oxigenada [...] Nada disso é para ser adicionado e [se encontrados no leite] indicam que houve uma adição fraudulenta dos compostos".
Treze pessoas foram presas nas quatro primeiras fases da Operação Leite Compen$ado. Dessas, quatro estão respondendo em liberdade. Até o momento, 26 pessoas foram denunciadas por participar do esquema. Seis dos 15 denunciados na primeira fase da operação foram condenados em primeira instância, na Comarca de Ibirubá. De acordo com o Ministério Público estadual, são eles João Cristiano Pranke Marx (pena de 18 anos e seis meses de reclusão em regime fechado); Angélica Caponi Marx (nove anos e sete meses de reclusão em regime fechado); João Irio Marx (nove anos e sete meses de reclusão em regime fechado); Daniel Riet Villanova (11 anos e sete meses em regime fechado); Alexandre Caponi (nove anos, três meses e 12 dias em regime fechado) e Paulo Cesar Chiesa (dois anos e um mês de reclusão em regime semi-aberto).
As ações civis coletivas de consumo contra as pessoas físicas e jurídicas envolvidas na fraude contabilizam 117 bens indisponibilizados, sendo 90 veículos e 27 imóveis, avaliados em aproximadamente R$ 10 milhões. Além disso, durante a toda a operação, foram apreendidos 32 caminhões usados para transportar o leite adulterado. Como resultado das assinaturas dos termos de Ajustamento de Conduta com indústrias de laticínios, foram revertidos para órgãos públicos, através de doações de bens, cerca de R$ 8 milhões

sábado, 17 de maio de 2014

Donos de terrenos onde idoso morreu ao tropeçar terão 15 dias para o conserto


A Secretaria Municipal da Fazenda de Porto Alegre identificou os proprietários dos dois terrenos na avenida Plínio Brasil Milano onde um idoso de 87 anos morreu ao cair da calçada e ser atropelado por um ônibus, na semana passada. Conforme os registros da Prefeitura, o terreno de número 1925 pertence a Ely Alyte Flores e o 1929, à construtora Efrenides Ltda. Os responsáveis serão notificados na próxima segunda-feira e terão 15 dias para trocar lajotas e aplicar piso táctil no calçamento.

Caso os proprietários não sejam localizados, a Prefeitura vai publicar uma notificação em jornais de grande circulação. Em um terreno ao lado do local onde ocorreu o acidente com o idoso, há um prédio abandonado. A Secretaria Municipal de Obras informou que há descarte irregular de materiais de construção no local, o que pode ter contribuído para a irregularidade da calçada.

Questionado sobre a hipótese de Villis Antônio Borghetti ter tropeçado em um bueiro em más condições, o chefe do Departamento de Calçadas da Smov, Décio Hugentobler, negou responsabilidade do poder público. 

sexta-feira, 16 de maio de 2014

Perigo na Freeway - cuidado ao transitar - Assalto a ônibus com 25 passageiros


Um ônibus intermunicipal – que saiu de Porto Alegre em direção a Capão da Canoa – foi assaltado na noite dessa quinta-feira na BR 290, a freeway. O coletivo da Unesul partiu às 21h30min da Estação Rodoviária da Capital com 25 passageiros e o crime ocorreu uma hora depois do início da viagem, de acordo com a Polícia Civil de Osório. Assim que o veículo cruzou o pedágio de Santo Antônio da Patrulha, três homens anunciaram o assalto na altura do Km 20 da rodovia. 

O motorista do ônibus foi obrigado a seguir alguns quilômetros adiante e parar em um dos recuos da estrada. Conforme a Polícia Civil, neste momento, mais dois homens subiram no coletivo e o grupo começou a recolher os pertences dos passageiros que estavam no veículo. Durante a ação, o cobrador levou uma coronhada na cabeça.   

Apesar do assalto, o ônibus seguiu viagem pela BR 290 até que um dos assaltantes exigiu que o condutor desviasse a rota para a Estrada das Peruas e seguisse em direção à localidade de Passinhos, dentro de Osório. Na cidade do Litoral Norte, o coletivo parou para que os criminosos descessem e entrassem em uma caminhonete que seguia o coletivo desde o pedágio em Santo Antônio da Patrulha.   

Entre os objetos levados das vítimas estão celulares, dinheiro e joias. Após o assalto, uma mulher que estava no ônibus avisou o chefe do ocorrido e ele passou a monitorar por GPS a localização da quadrilha. Segundo a Polícia Civil, o grupo já estava em Torres, onde pararam para se desvencilhar de alguns pertences roubados. Do município, os assaltantes fugiram para um destino ainda ignorado pelos policiais. 

quinta-feira, 15 de maio de 2014

Made in China-Modelo gaúcha está presa

Outras 30 profissionais foram detidas após firmarem contrato com empresário sob investigação


O deputado federal Vieira da Cunha está liderando junto ao Itamaraty a liberação de uma modelo gaúcha que está presa em Pequim, China. Ela foi detida no dia 8 de maio, por não ter visto de trabalho. Com a gaúcha, outras 30 modelos estão presas. 

Vieira da Cunha atendeu pedido da mãe da modelo, que mora em Balneário Camboriú, em Santa Catarina. O deputado relatou que o empresário chinês que contratou as modelos estava sendo investigado pela polícia chinesa. A modelo ficaria seis meses no país asiático, mas pode ser deportada a qualquer momento.



quarta-feira, 14 de maio de 2014

Manifestações contra a copa em Porto Alegre


Definida como Manifesto 15M (15 de maio) esta quinta-feira será marcada por protestos em todo o Brasil organizados pela Articulação Nacional dos Comitês Populares da Copa. É o “Copa Sem Povo: Tô na Rua de Novo”. Em assembleia realizada nesta terça-feira no Sindicato dos Municipários de Porto Alegre (Simpa), o Bloco de Luta pelo Transporte Público, o Bloco de Lutas pelo Transporte Público, integrantes do Cpers-Sindicato, Central Sindical
Popular (CSP - Conlutas), Espaço de Unidade de Ação, Oposição Rodoviária e outros movimentos sociais decidiram marcar o 15M com uma marcha no Centro de Porto Alegre.

Conforme Matheus Gomes, da Juventude do PSTU, a mobilização será uma forma de marcar o dia de lutas contra as injustiças da Copa. Deverão participar servidores em greve, como os do judiciário federal, da Ufrgs e os municipários. O objetivo do 15M é sensibilizar a sociedade e denunciar os gastos exagerados de recursos públicos com obras “padrão Fifa” para a realização dos jogos da Copa do Mundo, em prejuízo de investimentos na saúde, educação e segurança.

Outra crítica dos movimentos é direcionada contra a Lei Geral da Copa. Aprovada em 2012, a lei autorizou a criação das chamadas zonas de exclusão: dois quilômetros nos espaços públicos ao redor dos estádios de futebol e nas áreas oficiais de torcedores com telões. Somente os patrocinadores oficiais terão o direito de comercializar seus produtos. O trabalho de ambulantes nas zonas de exclusão da Fifa também está proibido.

terça-feira, 13 de maio de 2014

El Niño está voltando


O Rio Grande do Sul poderá sentir os impactos do El Niño na segunda metade do inverno e na primavera deste ano. A previsão é da Metsul Meteorologia que tem acompanhado a anomalia de temperatura da superfície do mar que começou a ocorrer nos últimos dias no Pacífico Central Equatorial. Se a anomalia persistir nos próximos meses em 0,5ºC ou mais, o fenômeno deverá "amadurecer" e passará a repercutir no Estado com episódios de chuvas intensas e com volumes bastante elevados.

Conforme a MetSul, a chance de se confirmar um episódio do fenômeno nos próximos meses é "muito alta" e não se descarta que possa ter intensidade forte, no segundo semestre. O maior volume de precipitações deve ocorrer no Centro, Oeste e Norte, regiões com os principais rios como o Jacuí, Uruguai, Sinos, Taquari, Paranhana, Caí, Gravataí, Rio das Antas, Ibicuí e Ibirapuitã. "Historicamente, as grandes enchentes ocorrem sob o El Niño", alerta a Metsul.

A última vez em que o fenômeno repercutiu no RS foi em 2009-2010, com intensidade fraca a moderada, provocando enchentes em várias cidades. Além disso, no RS o El Niño historicamente traz prejuízo à safra de trigo. Por outro lado, diminui o risco de estiagem no verão.

segunda-feira, 12 de maio de 2014

Ônibus mais caro

As tarifas das linhas intermunicipais da região Metropolitana têm reajuste de 3,52% a partir desta segunda-feira. O cálculo feito pela Agergs levou em consideração a recuperação de índices, a revisão do aproveitamento econômico do sistema e a consideração de viagens expressas necessárias para operação. A última mudança nos valores ocorreu em julho, quando a passagem caiu 4,69%

O Conselho Superior da Agergs tinha aprovado por unanimidade, no dia 10 de abril, a revisão extraordinária das tarifas do transporte intermunicipal de passageiros. O índice do aumento ficou estabelecida após a aplicação dos cálculos pela Direção de Tarifas da Agergs, com o auxílio de um grupo de trabalho composto também pela Fundação Estadual de Planejamento Metropolitano e Regional (Metroplan) e Associação dos Transportadores Intermunicipais Metropolitanos de Passageiros (ATM). O reajuste proposto pelas empresas, de 5,96%, não foi aceito pela agência reguladora. 


domingo, 11 de maio de 2014

Mais uma prisão - Caso Bernardo


O Juiz Fernando Vieira dos Santos, da Comarca de Três Passos, em regime de plantão deferiu pedido da autoridade policial e decretou a prisão temporária de Evandro Wirganovicz. A prisão ocorreu ontem.
Irmão de Edelvânia Wirganovicz, ele é suspeito de envolvimento na morte do menino Bernardo Uglione Boldrini, de 11 anos, havendo indícios de participação ou na ocultação de cadáver.
Segundo o magistrado, como o terreno em que foi ocultado o corpo do garoto, conforme a polícia, é de difícil escavação, a exigir força física para sua abertura, a presença de um homem na cena do crime é algo verossímil. E prova testemunhal colhida aponta indícios veementes de que Evandro tenha estado, um ou dois dias antes do crime, nos arredores do local onde o corpo foi encontrado.
Demais disso, deve-se ponderar que o representado teria estado no local antes do assassinato de BERNARDO, o que pode indicar, desse modo, a premeditação do fato, a implicá-lo (ao representado), no mínimo, como partícipe por auxílio no crime de homicídio, e não apenas na ocultação do cadáver, observou o julgador.
Há temor, portanto, de evasão do distrito da culpa, o que desde logo já justificaria a medida. Contudo, o que mais se percebe, pelo teor do depoimento do acusado, é que está adotando atitude diversionista, negando sua presença no local do fato há longa data, quando a prova testemunhal aponta seu veículo parado nas margens da estrada um ou dois dias antes do assassinato.
A prisão temporária foi decretada pelo prazo de 30 dias.

sábado, 10 de maio de 2014

Entulho no Beira Rio - Jogo de empurra empurra


Mais que um embate entre os dirigentes colorados e a Prefeitura de Porto Alegre, o caso dos entulhos que impedem o andamento normal das obras ao redor do Beira-Rio pode ficar marcado como o primeiro que colocará Inter e Andrade Gutierrez (AG) em lados opostos. Apesar de o conflito ainda ser interno, ele já é latente.

Ambos estão sendo pressionados pela prefeitura para retirar cerca de 20 mil metros cúbicos de restos de obra de um terreno onde deverá ser construído um estacionamento. 

A construtora diz que o entulho não é sua responsabilidade. De acordo com ela, o material que foi produzido na obra já foi retirado. Esta, porém, não é a opinião dos dirigentes colorados. Para eles, limpar o terreno é responsabilidade da AG. Mas só o presidente Giovanni Luigi manifesta-se sobre o assunto. Ele teme o acirramento do atrito com a parceira dos próximos 20 anos.

A origem da disputa está em 2010. Em dezembro deste ano, quando o Inter estava em Abu Dhabi para disputar o Mundial, o então presidente Vitorio Piffero ordenou o início das obras. Emídio Ferreira, que era vice-presidente de Patrimônio, contratou uma empresa, que iniciou a demolição das arquibancadas inferiores. A obra durou apenas dois meses. Foi paralisada em janeiro, nos primeiros dias da gestão de Giovanni Luigi.

Segundo a AG, todo o material que agora causa problema foi retirado naquela época. Para o Inter, não. "O entulho que está lá é da Andrade Gutierrez. Eu garanto. Eles têm de pagar a retirada", afirma Emídio Ferreira.

sexta-feira, 9 de maio de 2014

Abandonado

Quem tem não cuida e quem não tem passa dificuldades para ter... Ser mãe é amor... e não abandono


Um recém-nascido, enrolado em panos, foi encontrado por uma mulher nessa quinta-feira em um dos banheiros da praça Júlio de Castilhos no Centro de Erechim, no Norte do Estado. Acionada, a Brigada Militar informou tratar-se de um menino, que ainda estava com o cordão umbilical. 

O bebê foi levado ao Hospital Santa Terezinha onde, de acordo com a assessoria da instituição, chegou com parada cardíaca e precisou ser submetido a procedimentos de reanimação. O estado de saúde seria gravíssimo, e o menino permanecia ontem na Unidade de Terapia Intensiva. 

A Brigada Militar isolou o local até a chegada da Polícia Civil, e deverá ser aberto inquérito para descobrir quem teria abandonado a criança.
Um absurdo!

quinta-feira, 8 de maio de 2014

Calçadas precárias na capital

Não é necessário andar muito pelo Centro de Porto Alegre para deparar com calçadas mal conservadas. Uma simples caminhada revela o risco oculto de acidentes que podem ser fatais. A morte de um idoso por atropelamento após tropeço em uma tampa de bueiro, nessa segunda-feira, na avenida Plínio Brasil Milano, trouxe à tona um problema rotineiro ao pedestre da Capital.

Buracos, pedras quebradas, concreto cedido e bueiros em desnível fazem parte do cenário do Centro Histórico. "As calçadas da Rua dos Andradas estão horríveis", criticou Bolívar, 91 anos. Ele vive no Centro com a esposa, Déa. "Tenho que me cuidar, pois já caí várias vezes", afirma a senhora de 81 anos. O problema não afeta apenas idosos. A jovem mãe Janaína Martins opta por caminhos com calçadas melhores ao carregar a recém-nascida Lauren. "As calçadas estão péssimas em alguns trechos. Imagina se eu tivesse de salto carregando a bebê."

Aqueles que usam muletas para andar sofrem. "O poder público só pensa na Copa, e não no povo", reclamou Marcelo Vaz, que fraturou o fêmur e usa muletas. Se a situação é complicada para quem enxerga onde pisa, o portador de deficiência visual Wilson Borba desafia a população a imaginar sua realidade.

A copa vem ai, e aí? Vais ficar tudo assim?